O cristianismo e a filosofia grega

O cristianismo sintetizava tanto as tradições hebraicas como as greco-romanas. Tendo surgido do judaísmo, assimilou o monoteísmo e a moral profética dos hebreus, conservando o Velho Testamento como a Palavra de Deus. Ao evoluir assimilou também elementos da filosofia grega. A habilidade de combinar o histórico monoteísmo judaico, que tinha muitos admiradores entre os gentios, com a filosofia racional do gregos foi uma das principais razões do triunfo do cristianismo no Império Romano. Mas houve uma luta entre os conservadores, que não queriam nenhuma aproximação com a filosofia pagã, e os que reconheciam o valor do pensamento grego para o cristianismo.

 

Os pais da Igreja – primeiros escritores cristãos, cujas obras são reconhecidas pela Igreja – conservadores, só viam erros na filosofia clássica, pois ela não vinha da revelação divina. Como afirmação final da verdade divina, o critianismo superava tanto a filosofia com as religiões pagãs. Esses conservadores temiam que o estudo dos autores clássicos contaminasse a moral cristã (não havia Platão proposto uma comunidade de mulheres, e não se ocupavam os dramaturgos de paixões violentas?) e promovesse a heresia (não estava a literatura clássica cheia de referências a deuses pagãos?) Para eles, não podia haver meio-termo entre a filosofia grega e a revelação cristã.

 

Alguns dos primeiros pais da Igreja, porém – entre eles vários que haviam recebido educação grega – defendiam o valor do estudo da literatura clássica. Achavam que a filosofia grega encerrava um lampejo da verdade de Deus, uma visão pré-cristã da sabedoria divina. Cristo corrigira e completara essa visão alcançada pela mente filosófica. O conhecimento da filosofia grega, segundo eles, ajudava os cristãos a explicar suas crenças de maneira lógica e responder. com inteligência , às criticas pagãs do sentimentos cristãos.

 

Utilizando a linguagem e as categorias da filosofia grega, os intelectuais cristãos transformaram o cristianismo de simples credo ético, num sistema teórico, numa teologia. Esse esforço de expressar as crenças cristãs em termos do racionalismo grego é chamado de helização do cristianismo. A filosofia grega permitiu aos cristão explicar em termos racionais, a existência e a revelação de Deus.

 

Cristo era considerado como o logos(razão) divino em forma humana. O ensinamento estóico de que todos são fundamentalmente iguais porque partilham em cristo. A Igreja cristã podia ser interpretada como a verdadeira realização da ética estóica, que ressaltava a moderação,o auto controle e a fraternidade era compatível com o cristianismo. Particularmente no platonismo com sua distinção entre o mundo tal como os sentidos o perceberam e uma ordem superior – um mundo transcendente que deveria ser a principal preocupação da existência humana -, os pensadores cristãos encontraram um meio apropriado de expressar as crenças cristãs. As Formas perfeitas e universais, ou Idéias, que segundo Platão eram o verdadeiro objetivo do conhecimento e a fonte dos padrões éticos, existiam, para os cristãos, na mente de Deus.

 

Tem enorme importância a influência exercida pela filosofia grega sobre a doutrina da Igreja; isso significou que o pensamento racional, a realização inestimável do espírito grego, não se perdeu. Mas a helenização do cristianismo não foi um triunfo do classicismo sobre ele. Ao contrário, foi o cristianismo que triunfou sobre o helenismo. A filosofia teve de sacrificar sua autonomia essencial às exigências da revelação cristã, ou seja, a razão teve que se ajustar ao arcabouço cristão. Embora o cristianismo tivesse utilizado a filosofia grega, a verdade cristã repousava, em ultima análise, na fé e não na razão.

 

ico_tatianeby Tatiane Costa

 

Introdução – “Primórdios do cristianismo uma religião mundial

Parte 1: “Jesus a transformação moral do individuo”

Parte 2: “São Paulo: de seita judaica a religião mundial

Parte 3: “Difusão e triunfo do cristianismo”

 

parte 4: “O cristianismo e Roma”

 

parte 5: “Cristianismo e a filosofia grega”

 

 

About these ads

18 Respostas to “O cristianismo e a filosofia grega”

  1. Damon Abdiel Says:

    [...] O cristianismo e a filosofia grega [...]

  2. jaine Says:

    oiee!!
    é tri saber um pouco mais sobre essas coisas..
    mais para as minhas coisas não adiantou..
    mais eu li,e achei muito legal.
    antes eu não tinha conhecimento,mais agora tenho..

  3. thassy Says:

    gostei muito desse texto.. me ajudou bastante pra tirar as dúvidas..

  4. william Says:

    mostra a clareza da razão para esclarecer as religiões,em que o livre pensamento deve existir na humanidade sempre tendo bom senso.

  5. Adalberto Jr. Says:

    Parabéns Tatiane, gostei muito do seu texto, foi dificil encontar, mas quando encontrei o seu foi completo, valeu até mais!

  6. victoria Says:

    Gostei de seu texto !!!!>>>>>

  7. rosa Says:

    qual seria a reação entre a filosofia grega pagã com o crsitianismow

  8. raissa bressanya Says:

    isso é muito chato minha professora mandou eu pesquisar e eu ñ gostei
    ta ai a minha sugestão ñ entre mais no sait e bjosssssss thauuuuu

  9. marcos alves costa Says:

    Amigo Descubra esta verdade e você saberá. Veja artigos relacionados.
    O verdadeiro nome Yahoo do Criador e de Seu Filho Yahooshua
    Documento único da verdade; Yhwh- Yahooshua Yahoo.

    Você sabia que este Império religioso cristão atual é o mesmo do passado e que eles mudaram o nome do criador Yahoo e Yahooshua o Mahshiyahc {o Messias} por um nome Grego Yesous no 4º século? Da qual tem a origem hoje o nome português latino {Jesus} que todo Império do clero Romano e toda a cristandade juntas no mundo hoje invoca esse mesmo nome, descubra amigo, Roma Imperial Política e religiosa atual e todos os povos invocam o mesmo nome? Você não desconfia de nada amigo? O nome Português Latino Romano {Jesus} é de origem e igual à Yesous, você sabia?
    Não sabia? Pois bem amigo saiba. E a perseguição que ouve por Flavio Constantino Magno Imperador Romano, você sabia que com a força do Exercito Romano esse Governo estava pondo para os Hebreus Yahoodim {Judeus} adorarem o nome Yesous como sendo o seu Salvador no 4º século, quando muitos não aceitavam esta adoração por conhecer o seu Criador e Salvador Yahoo muitos foram perseguidos e mortos, e alguns para não morrerem negavam o nome Yahoo e Yahooshua, e com imposição do Exercito Romano desse Governo, foi imposto ate os dias de hoje para os cristãos Yahoodim {Judeus} a aceitarem o nome Yesous e se tornarem cristão e cidadão do Governo Romano com a promessa de permanecerem nas terras de seu país, assim era as condições impostas para os hebreus Yahoodim quando se tornavam escravo no trabalho diário para sobreviver, amigos saiba que muitos Yahoodim foram mortos, mas não negaram o Nome do seu Salvador Yahooshua.Vê Actos, Cp.21-v-13. Saiba amigo; Nas escrituras Gregas cristãs, Conhecidas hoje, como novo Testamento Grego, ate os dias de hoje o criador e salvador da nação Grega, é Yesous escrito em caracteres do alfabético Grego, em escritas Gregas que você saberá ao longo dessa leitura-(Zeus=Sous). A perseguição dos Romanos aos Hebreus Yahoodim no 1º século era por motivo da fé no único nome ’’Yahooshua Pai’’ não por causa de religião já que os Shalias {apóstolos} Hebreus acreditava no único Criador ’’Yahoo’’ e não defendia nenhuma religião em seus dias, pelo contrario eles eram contra o mundo religioso dos Escribas Fariseus e Saduseus daqueles dias, pois era fiel ao seu Criador ’’Yahoo’’, mesmo nos dias dos Shalias {apóstolos} nenhum Yahoody Hebreu era Cristão, palavra de origem Grega, pois ainda não existia este conceito religioso {e o Titulo Romano hoje Cristão teve origem aparte da criação do Cristianismo}, amigo esse Titulo antes não existia} quando só veio há existir quando foi estabelecido o Cristianismo como religião do Estado Romano aparte do ano 313 de nossa era, por Flavio Constantino Magno Imperador Romano}, saiba amigo; um prazer em comunicar com um Yahoodim hebreu que defende O nome do Eterno Yahooshua, Pois e o mesmo nome que os Yahoodim defendiam; amigo vou dizer uma coisa que você possa entender, os emissários de Yahooshua não eram cristão, o termo cristão só passou a ser usado quando foi criado o cristianismo pelo imperador romano Flavio Constantino magno os hebreus eram Merrinshiynrrins Mahshiyahc ungido em hebraico, eles não eram cristãos, cristão foi e é um termo usado hoje para aqueles que se convertiam forçados ao cristianismo estabelecido pelo o império,que ficou sendo um apelido,um titulo para os hebreus Yahoodim. Os hebreus eram zelosos não aceitavam palavras do helenismo Grego, crhistuhs e uma palavra da mitologia grega apontavam para adoração ao {Dios- deus Sol dos Gregos} para o Romano hoje é conhecido por júpiter; entenda amigo irmão, fica entendido, portanto querido, o termo cristo os seguidores de Yahooshua não conheceram e não pronunciaram esta palavra, Shalom do Pai- Yahoo Yahooshua, O meu e o seu Salvador! E que todos os Hebreus Yahoodim só recebiam o Titulo de Cidadão na Sociedade Romana em que viviam, quando se tornavam escravo no trabalho do Império, e com a ordem do Imperador desse Governo os Hebreus Yahoodim diante das condições em que se encontrava, para buscarem as suas necessidades de sobrevivência de vidas, foi quando esse Governo aproveitando o momento em que vivia, e os hebreus com a precariedade de uma pespequitiva de vida, e com o fracasso do Governo do Império Romano em que se encontrava, foi ai que o imperador romano Constantino resolveu encontrar na sociedade cristã já estabelecida uma forma de vida para resolver o problema, foi quando por ordem do imperador desse Governo que os hebreus Yahoodim receberam o direito de Cidadão para permanecer vivendo nas suas terras, e isto só com condições impostas para se tornarem cristão, tinham que se converterem ao Cristianismo e se tornarem escravos do trabalho ai sim era quando recebiam com imposição do Governo esse Titulo religioso de cristão como regra de fé cristã, Conceito religioso do Governo Romano aplicado pelo o Imperador Constantino aos Hebreus Yahoodim, Você Sabia? Os hebreus Shalias {apóstolos} antes e depois do primeiro século eram perseguidos por todo o Império Romano por confessarem o nome do seu Criador “Yahoo” e do ’’Mahshiyahc Yahooshua’’ e porque eles eram perseguidos? Saiba. Vê Matatiyahoo {Mateus}- Cp.10-v-17-v-22-e Cp.24-v-9, Vê liv. Marcos Cp.13-v-13- Vê liv. Lucas Cp.21-v-12-16-17.

  10. Aléxia Says:

    gostei do seu texto, muito útil para meu trabalho! parabéns!

  11. gabriel Says:

    não gostei não me ajudou nada no meu trabalho vai toma no teu cu vagabundo

  12. Eu Says:

    Tolices, que como sempre flui de uma mente, dantes, supostamente cristã, a qual, em contato com a filosofia, se rende aos seus ensinos obscuros, e aos seus argumentos por demais inconsistentes.

  13. simao francisco Says:

    concreto e explusivo na forma de como esse texto foi escrito, gostaria de poder brindar com demais que por via de uma leitura atenta encontrarem na diversidade uma unidade de espirito, e juntos entao podermos tecer as portas de um novo amnhecer.

  14. florida real estate exam manual Says:

    I am not sure where you are getting your info,
    but great topic. I needs to spend some time learning more or
    understanding more. Thanks for fantastic info I was looking for this info for my mission.

  15. Kelvin Says:

    referências????

  16. Danilo Prado Says:

    Texto interessante e informativo, obrigado.

  17. Gladyston Says:

    Oi Tatiane Costa, gostei do texto…
    Só tem um problema em dizer que o modo de pensar GREGO AJUDOU O CRISTIANISMO OU CRISTÃOS DA ÉPOCA MELHOR EXPOR SEUS FUNDAMENTOS, pois está escrito
    “Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia. 1 Coríntios 3:19″
    E
    “Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?1 Coríntios 1:20″
    É como dizer que o Espirito Santo não fosse capaz de manifestar o proposito de Deus – e de forma indireta dizer a “ONISCIÊNCIA” que posso te ajudar a expressar…
    Respeito o contexto histórico, só não concordo.

  18. Pedro Barbosa Says:

    Gostei muito disto que voce falou – “Mas a helenização do cristianismo não foi um triunfo do classicismo sobre ele. Ao contrário, foi o cristianismo que triunfou sobre o helenismo.”, eu acredito que o cristianismo “usou” a cultura grega ‘como um todo’ para se fazer uma transição profética e teórica do hebraísmo para o universal sintetizado pelo grego, isso foi bom para que o mundo helenizado desde Alexandre entendesse o cristianismo como verdade absoluta.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: