Neurociência e Neuroassociações

O segredo – Neurociência

A Neurociência é a junção de duas ciências: neurobiologia e a ciência do computador ela é responsável por estudar as Neuroassociações, mas o que seria isso?

Neuroassociações são associações que o nosso celebro faz em nosso sistema nervoso para representar as emoções e sentimentos que vivemos. Quando fazemos algo pela primeira fez criamos uma conexão física, um tênue fio neural, que nos permite um re-acesso a essa emoção ou comportamento no futuro. Pensa da seguinte maneira: cada vez que repetimos o comportamento, a conexão é reforçada. Acrescentamos outro fio a conexão neural, resumindo quanto mais repetimos, maior será a ligação do nosso sistema nervoso com o sentimento ou comportamento.

Cada vez que experimentamos uma quantidade significativa de dor ou prazer, o cérebro procura pela causa e a registro no sistema nervoso, para pérmitir-nos tomar melhores decisões sobre o que fazer no futuro, vejamos um exemplo:

Por exemplo sem uma neuroassociação em seu cérebro: para lembrá-lo de que estende a mão para o fogo o queimaria, você poderia cometer esse erro várias vezes, até ficar com um queimadura grave. Assim, as neuroassociações prontamente fornecem ao cérebro os sinais que nos ajudam a ter acesso às memórias, e manobrar em segurança através da vida.

Por isso muitas vezes tentamos alcançar uma mudança em nossas vidas e em geral essa mudança se torna ineficaz, as neuroassociações são um instrumento de sobrevivência e se tornam enraizadas no sistema nervoso como conexões físicas. Portanto quanto maior é a nossa entrega em um comportamento maior será está conexão física, vejamos outro exemplo:

Digamos que você esteja tentando para de fumar, mais ainda sente uma compulsão em faze-lo. Por que? Simplesmente porque você encontra fisicamente “ligada” a fumar. Isso explica porque talvez tenhamos achado difícil uma mudança em seus padrões emocionais ou comportamentais no passado. O ato de fumar não era apenas um habito, criara uma rede de fortes neuroassociações dentro de seu sistema nervoso.


Desenvolvemos essas neuroassociações de forma inconsciente permitindo-nos emoções ou comportamento numa base sistemática. Cada vez que você se entrega à emoção de raiva ou ao comportamento de gritar com uma pessoa amada, reforça a conexão neural e aumenta a probabilidade de fazer isso de novo. A boa notícia é a seguinte: assim como essas neuroassociações podem ir se esforçando com a repetição, da mesma forma a não repetição enfraquece, porém obviamente o ato de reverter essas neuroassociações são muito mais difíceis do que cria-las. Pra finalizar vamos ao que René Descartes disse:

“Não é suficiente ter uma boa mente: o principal é usá-la bem.”

Mais pra frente demonstrarei mais alguns conceitos de neuroassociações, aguardem…

Você pode ver outros artigos semelhante a esse aqui:

O PODER DO SEU CÉREBRO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: