Papel de Parede XXXIII (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

Anúncios

Papel de Parede XXXII (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

Papel de Parede XXXI (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

Papel de Parede XXX (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

Papel de Parede XXIX (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

Papel de Parede XXVIII (Wallpaper)

Clique na imagem para amplicar e depois com o botão direito sobre a mesma e escolha: “Definir como papel de parede”

A crise de 1929 em contraste com a crise atual dos EUA.

ESTE ARTIGO ESTÁ INCOMPLETO SE QUISER LER O CONTEÚDO COMPLETO CLIQUE AQUI E SERÁ REDIRECIONADO PARA O NOVO BLOG, OS COMENTÁRIOS DESTE ARTIGO FORAM DESATIVADOS PARA COMENTAR ACESSE O NOVO BLOG ORACULUM.

A década de 1920 foi marcada pela hegemonia econômica dos Estados Unidos que foi o maior credor dos países europeus que participaram da Primeira Guerra Mundial. Os bens de consumo duráveis como automóveis, rádios e eletrodomésticos tornavam-se bens de consumo de massa, pois as pessoas conseguiam adquiri-los devido aos bons salários que cada vez cresciam mais. O desemprego era baixo assim como a inflação. Toda a prosperidade alcançada pelos norte-americanos foi graças às altas tarifas alfandegárias que protegiam o mercado interno dos produtos estrangeiros, forçando a população a consumir produtos nacionais para justamente levantar as indústrias do país.

LEIA O RESTO AQUI …

ESTE ARTIGO ESTÁ INCOMPLETO SE QUISER LER O CONTEÚDO COMPLETO CLIQUE AQUI E SERÁ REDIRECIONADO PARA O NOVO BLOG, OS COMENTÁRIOS DESTE ARTIGO FORAM DESATIVADOS PARA COMENTAR ACESSE O NOVO BLOG ORACULUM.